Início | Notícias | Salões | Concursos | Saberes em Rede | Citações | E-livros | Videoclube
 
 

 

 

Todos os Sonhos de Abril-Ana Paula Motta
Reflexões a respeito de...

 
 

Arquivo:

 
  Erro 2013
Maio 2013
Erro 2012
Fevereiro 2012
Março 2012
Abril 2012
Maio 2012
Junho 2012
Agosto 2012
Setembro 2012
Novembro 2012
Erro 2011
Fevereiro 2011
Março 2011
Abril 2011
Maio 2011
Junho 2011
Julho 2011
Agosto 2011
Setembro 2011
Outubro 2011
Novembro 2011
Dezembro 2011
Erro 2010
Fevereiro 2010
Março 2010
Abril 2010
Maio 2010
Junho 2010
Julho 2010
Agosto 2010
Setembro 2010
Outubro 2010
Novembro 2010
Dezembro 2010
Erro 2009
Fevereiro 2009
Março 2009
Abril 2009
Maio 2009
Junho 2009
Julho 2009
Agosto 2009
Setembro 2009
Outubro 2009
Novembro 2009
Dezembro 2009
Julho 2008
Agosto 2008
Setembro 2008
Outubro 2008
Novembro 2008
Dezembro 2008
     
  Posts Recentes :  
  Falha nossa
Férias
O dia que não começou
Palavras tortas
Carta de Maria Alice às suas amigas Do Carmo e Madame Sucralose
Feliz Aniversário
E vejo flores
Tempestade
Primavera
Abril
     
  Amigos/Favoritos:  
  Sabor e Histórias
Quarto de Segredos
Dentro da Minha Cabeça
Mundo Globalizado (8º B- Salesiano)
Diário de Classe
Ligação Direta
Todo Amor que houver nessa vida
bento-vai-pra-dentro
Blogue de Natália Augusto
Comentários do Cotidiano - Fábio Siqueira
Blog do Núcleo
Eu penso que...
Sociedade Blog
Vamos Comer
Morada do Visconde do Rio Branco
Blog do Nono B
Casa da Leitura
As Nossas Leituras
Roseana Murray
Aucilene Freitas
A Hora das Palavras

 

 

 

 
   
 

Pesquisar neste blog:

 

 
  Os meus tags:  
 
canção, outono Texto insônia, noites lua,sol.estrelas,felicidade,primavera amor,poema,lágrimas Primavera,vida,janela felicidade,frases infância,gosto Tecnologia,escola,comunicação,informação Campos,eleições Menina,transbordamentos,felicidade,flores,jardim,sonhos razão, flores emoção,olimpíadas Reforma,ortográfica,acordo,diferenças,língua,pátria Mulheres,poesia terra Jornalista,diploma,formação,titulação cores,mundo Estações,outono,primavera,vida,inverno Dor,religar-se,Deus guerra,livro,inverno,manhã terra,aldeia, poesia,luar saudade,amora casa,fachada São João,Teatro estrelas,sorriso,conto,poema, poesia cartas,amor,ridículas flores,rendas,vida,cores lua,sua,pedaço Delicadeza Sorriso,gargalhada,alma anjos,asas,meninos,meninas diploma,jornalistas acelerada,café abril,dia,meio,alma canção,ninar,gente mulher,tarefas,lar,casa abril,primavera,flores cotidiano,diariamente,amor,vida,crianças Estações,primavera,flores primavera,música,espetáculo Primavera,som,estação Amor,preconceito domingo teatro Florbela,primavera,poesia sons,estação,primavera flores,salada outono,cinema poema,canção,amor,mulher pesquisa,estudantes,professores poesia,manhã,feliz teatro,crianças,cinema eleições, Campos Campos,eleições,pobreza mulher,tensão,tristeza,irritação.TPM ostra,vento,dia vento,tempestade alergia sol, lua música,alma milagres,histórias,felicidade imprensa, liberdade alegria, dor, felicidade manhã, dor cinema vida,primavera,fraternidade música canção teatro espera,mulheres,homens filme aldeia.terra sonhos,vida,brisa,manhãs cores,dia,felicidade,flores,primavera felicidade,flor,tempo,vento,maio dor,poesia,felicidade,amor blog lua,plena,felicidade,vida teatro,cultura casa,amor,alegria música filme teatro professores,manifestação,luta esperança,manhã tarde,música anjos,luzes,Natal,presente,bem,brisa,despertar sonho,moça,dia,noite céu,chuva,sol encanto,leveza.delicadeza,fadas,sonho poesia,tarde,delicadeza,doçura desassossego,clima,vento.brisa delicadeza,alma,pessoas,sonho vida,coragem,mulher,amor estrela,sorriso,sonho,amor, insônia,noite,reedições,família,primavera,vida olhar,amor,poesia,sonhos,vida filme,amor,história vida,amor amor,outono,primavera,você Natal,criança, solidariedade Natal, canção flores,folhas,vento, poesia destino,vida,amor, felicidade estrelas,amor,sorriso,primavera,outono,jardim,flores amor,poesia,espera,guerra poesia,mofo,chuva,domingo,dia blogs,notícias enchente,solidariedade,Campos,blogs solidariedade,enchente,Campos sofrimento,África,mundo poema,poesia, dor,amor mulheres,doação,campanha filme,romance,amor Natal.neve,sonho amor,filme,romance,chocolate amor,primavera,flor,poesia Natal.felicidade,vida,filme amor,infância.música,semana,dia solidariedade,criança,Natal Natal, música poesia,amor,vida,cotidiano infância,Natal, lembranças poesia,maré,sonho enchente,Campos,aldeia aniversário,melancolia aldeia,política Natal.Ano Novo,sonhos princesas,fadas,histórias,vida,poesia Natal,tristeza,tarde vida, poesia dor,amor,vida,flores,poesia delícia,vida,cozinha,receita,doçura sonho,amor,princesa,sapo infância,princesa,conto princesas,meninas,poema,conto aniversário,abril conto,sonhos,princesas,lobo sonhos,meninos,vento poema,vento,desassossego música,amor,história verão,textos fogo,vento,verão princesa,festa,infância maio,flor amizade,aniversário conto,ano novo sábado, música amor,você,poesia felicidade,intensidade TPM, cozinha,livros,mulheres canção poesia,amor,verão filme,cinema teatro, cinema,circo stress amor,poema,poesia, felicidade blogue, culinária, histórias,sabor cultura, teatro sonho,princesas,fadas,asas cotidiano, vida, otimismo melodrama desafio,poesia, livro música, mar poesia, poema, amor, intensidade, alma poesia, manhã, felicidade.amor poema,poesia, amor música poesia, poema, tempo, amor escola abril,primavera,flores abril,flores,sonhos poema,poesia,amor,felicidade SEPE,professores,luta poema,poesia,amor,felicidade dor, palavras chuva blogue amor,música,alma música amor,namorados sonho,vida,amor,tertúlia educação São João,menina, poema,poesia,amor,noite,estrela música poema,dor,poesia poema,poesia,dor,amor,alma conto, conto de jardim música,amor dor,poema,poesia,manhã,manhãs dor,poema,poesia,amor,alma alegria,felicidade poema,poesia,dor,amor,alegria,espera aniversário,blog,blogue, filho, felicidade alegria, asas, dor, dor. felicidade, intensidade, meninas, sorriso, vida coração,cotidiano,dor,vento,vida,calor estrelas,poema,poesia,sonho,menina sonhos,vida poema,poesia,dor,mentira,amor,mulher dor, poema, poesia, Poesia uma horas dessas, primavera poema, poesia, estrela, estrelas felicidade, mulheres, poema, poesia, primavera, vida alma, amor, flor, poema, poesia, primavera amor,música sonho,chuva,cotidiano alegria, felicidade, sol amor,amoras,sabor,histórias,blog imprensa, jornal, memória Walnize Carvalho menina,poema,poesia poesia,poema aniversário,blog,blogue, insônia,sonho, felicidade,amor blogue,aniversário poema,poesia Natal,infância, criança noite,Natal,criança conto,amor,felicidade,inverno,Natal ano novo,conto de jardim ano novo, novidade poema,flor,poesia natureza, mulher poema, poesia, amor, vida brisa,poema,poesia, abril manhã, felicidade,amor,poema,poesia, maio,flor,alma poema,poesia,amor,verão música, sábado,amor,Chico Buarque poema,poesia,amor poema, poesia, amor, flor poema,poesia,alegria,tristeza chuva,poema,poesia,dor felicidade,azul,dia Abril,sonhos,vídeo plena,felicidade,filho,mãe poema,poesia,amor,afeto poema,poesia,maio,manhã,noite,flor,flores poema,poesia,bailarina poema,amor,poesia poema, poesia, delírio poema, poesia, primavera, amor calor poema, poesia visitas poema, poesia, amor bobagens poema,poesia, felicidade conto, contos de jardim abril, poema, poesia, amor vento, felicidade, amor, poesia, poema poema, poesia,maio poema, poesia, amor, manhã sombras aniversário primavera frio, neve, inverno, infância amor, medo, comida, cas morte, dor,Maria Alice Natal, manhã amor, felicidade amor, flor amor, saudade, tristeza amor, lua, urgência tristeza abril, poema, poesia, amor primavera, amor, manhã chuva, tristeza, tempestade flor, primavera, felicidade Maria Alice férias blogue
 
       
 

 

 



 
 

Ana Paula Motta
Professora e Jornalista (nem sempre nessa ordem)

Mãe amorosa desse blog e mais amorosa ainda de um rapaz lindo de 16 anos. Redescobri minha paixão primeira: escrever. E ler, tudo que me dá vontade, hábito nunca abandonado, mas hoje retomado com mais vigor. Estou descobrindo, ainda que tardiamente, que disciplina, na medida certa, faz muito bem à vida e por isso tenho algum tempo reservado no dia à leitura e a escrita. Gosto de postar quando estou minimamente feliz, quando não estou bem escrevo “no sacrifício”. Não espere encontrar desabafos em momentos de tensão. Para os desabafos pessoais uso textos para mim mesma, e-mails para os amigos e o bom e velho bloco de papel nas madrugadas de insônia. Apaixonada por poesia, cinema, gastronomia e criança boazinha (pra quem adoro contar histórias minhas e alheias). Gosto de jardins com folhas e flores, fotos no celular, livros e revistas por toda parte. Na minha vida tem espaço para ser piegas, choro em filme romântico, show de rock e sonhos ao amanhecer. Um pedaço de lua, de rua, de cotidiano comum. "É urgente inventar alegria, multiplicar os beijos, as searas, é urgente descobrir rosas e rios e manhãs claras." Eugénio de Andrade

 
 
 

Água com açúcar...

Bom fim-de-semana...

 

Um Lugar Chamado Notting Hill - She

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 31-10-2008 21:25
2 comentários

 
 
 

Mulheres, seres que esperam...

“Um dia,
Vivi a ilusão de que ser homem bastaria
Que o mundo masculino tudo me daria
Do que eu quisesse ter...” Gilberto Gil
 
Passa o tempo, 
passam-se os séculos, 
mas os homens ainda nos vêem como Penélopes ,
mulheres de Atenas..
Seres que esperam.
Esperam que voltem da guerra.
Já não há tempo para tecermos longos fios, 
mas ainda assim 
as “grandes” decisões são 
tomadas à revelia.
Pois é...
Deusa do amanhecer
 
 

escrito por João Ana Paula Motta 30-10-2008 11:58
0 comentários

 
 
 

Teatro: Dicas

Foto: Giorgio Ricci /Divulgação
Instrumental no Trianon

Duo com Marcello Gonçalves (foto) e Daniela Spielmann no Projeto Choro & Companhia. Nesta terça, 28, 20h, no Foyer do Teatro Municipal Trianon. Gratuito.

Sagração da primavera

Projeto Sagração das Estações, com a Orquestra Municipal. Nesta semana, sagração à primavera. Nesta terça, 28, no Calçadão, próximo à Catedral. Na quarta, 29, na Rodoviária Roberto Silveira. Na quinta, 30, no Terminal Rodoviário do Centro. E na sexta, 31, no Centro de Compras da Pelinca. As apresentações são gratuitas e acontecem às 16h.

Transcrito do Blog urgente!

Tem também uma dica para quem está no Rio de Janeirodoutores da alegria

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 29-10-2008 11:34
0 comentários

 
 
 

Deixa ser...que o vento traga as respostas...

“When I find myself in times of trouble 
Mother Mary comes to me 
Speaking words of wisdom, let it be 
And in my hour of darkness 
She is standing right in front of me 
Speaking words of wisdom, let it be 
Let it be, let it be 
Let it be, let it be”

The Beatles - Let It Be (1970)

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 27-10-2008 21:33
0 comentários

 
 
 

Música de sábado...

Raphael Rabello - Pedra do Leme.mp3

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA
 
 

escrito por João Ana Paula Motta 25-10-2008 19:00
0 comentários

 
 
 

Pra voltar a cantar a primavera...

Para uma fraternidade recém descoberta.

 

Quando nos descobrimos perdidos em meio a turbilhões tão inesperados quando avassaladores,quando parece que o mundo acabou, “que a música acabou”, e agora?

Aí vêm as surpresas boas da vida, os bons ventos da primavera e nos ajudam a dissipar as nuvens negras.Vida

Aviso aos navegantes, pode até demorar, mas a primavera sempre vem.

Porque a vida, a vida, a vida,
a vida só é possível
reinventada.

Cecília Meireles

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 25-10-2008 01:25
2 comentários

 
 
 

Alegria, alegria

alegria

"Muitas vezes me acontece de brincar o jogo do contente sem pensar, a gente fica tão acostumada que brinca sem saber. Em tudo há sempre alguma coisa capaz de deixar a gente alegre; a questão é descobri-la." Trecho do livro Pollyana de Eleanor H. Porter

 

Muitas vezes acreditei em tal história, mas morria de vergonha de admitir. Era ser piegas. Não combinava com uma moça tão politizada, que gosta de “boas leituras”, “boa música”. Era mais aceitável um belo poema de dor, um texto mais denso, mais tenso. 

Acontece que como diz o ditado: A pessoa é pro que nasce.  Tem algo na natureza de cada um que acaba dando um rumo (ou,não) na maneira de ver as coisas. Pode parecer que se trata de camuflar as dores, os tons cinzas que a vida traz de quando em quando.  Quem me conhece sabe que não sou assim. 

Dificilmente sou capaz de dissimular minhas dores, nem minhas alegrias. Tem quem diga que sou a criatura mais transparente do mundo (será defeito?) e assim vou me espalhando por aí. Agora não me importo de ser chamada de “piegas”, “cafona”, “conformada”. Quero é ser feliz.  

Não nasci para arrastar correntes. Quando não me é possível sair do afogamento sozinha peço bóia, os amigos sabem disso.  Sem medo de me repetir usei uma frase da Martha Medeiros num outro post “Depois dos 35 ( ... )estamos mais aptos a dizer que infelicidade não existe, o que existe são momentos infelizes. Sai bem mais em conta.” 

Claro que sair de crises de tristeza e de depressão não é “bolinho”, nada é simples assim. Mas cada passinho ajuda a beça. Tem dias que até respirar dói,mas... Adelante!!!

alegria alegria

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 23-10-2008 03:21
0 comentários

 
 
 

Manhãs

Degas

Edgar Degas-Mulher pentenado seus cabelos - 1886

 

Duras manhãs

As horas frias

Dores manhãs

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 23-10-2008 03:10
0 comentários

 
 
 

A Imprensa e a Blogosfera

Vários Olharesimprensa

"A falta de uma imprensa decente em Campos e a "obrigação" dos blogs em passar informação ágil e com credibilidade "

 

            Não faço parte da Rede Blog (nem sei como se faz parte dessa rede, sou novata aqui na blogosfera), mas quero deixar minha contribuição.

            Meu Blog não tem um “perfil jornalístico”, mas acho que a grande maioria dos Blogs da terrinha acabou por discutir as eleições municipais, no meu caso meio “na marra” por conta do clima bélico que tomou conta da cidade e da indignação causada pela pobreza extrema do povo do nosso município apesar dos bilhões de arrecadação.

            A chamada imprensa tradicional de Campos teve uma atuação longe do que se pode chamar de “decente”. Os dois principais jornais (em tiragem) disputam entre si o prêmio de como não se deve fazer jornalismo e algumas rádios promoveram verdadeiros circos dos horrores, com locutores se esgoelando para provar quem tinha razão e “cedendo” espaço para candidatos ao legislativo e executivo através das opiniões emitidas por “ouvintes” que participavam segundo o interesse dos donos das emissoras.

 

            Os Blogs tiveram um papel interessante nesse processo,mas também não podemos super-estimar nossa atuação. Andamos tendo nossos deslizes também,claro,mas de qualquer forma foi uma brisa de alento no meio dessa imprensa engessada por um espírito nada democrático, vinculada a interesses inconfessáveis (?) 

 

"Uma imprensa livre pode ser boa ou má, mas uma imprensa sem liberdade é sempre má."

Albert Camus
7 de novembro de 1913 - 4 de janeiro de 1960

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 21-10-2008 21:08
0 comentários

 
 
 

Canção para Natália...

Para Natália, que assim como eu precisa ouvir “sininhos” nesse “outono-primavera” um tanto cinza. Vai passar, e o cor-de-rosa vai voltar à cena. É uma música meio “non –sense”, mas é alegre e bonitinha. E é disso que precisamos. Beijinhos

Marisa Monte e Carlinhos Brown - Magamalabares

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 20-10-2008 12:25
1 comentários

 
 
 

Milágrimas: sal da terra

Milágrimas


Música: Itamar Assumpção
Letra: Alice Ruiz

(Só os trechos que me foram convenientes,rsss)

Em caso de dor ponha gelo

...

Siga todos os sentidos
Faça fazer sentido
A cada mil lágrimas sai um milagre

...

Caso de tristeza vire a mesa
Coma só a sobremesa coma somente a cereja
Jogue para cima faça cena
Cante as rimas de um poema
Sofra penas viva apenas

...

Faça uma novena reze um terço
Caia fora do contexto invente seu endereço
A cada mil lágrimas sai um milagre

Mas se apesar de banal
Chorar for inevitável
Sinta o gosto do sal do sal do sal
Sinta o gosto do sal
Gota a gota, uma a uma
Duas três dez cem mil lágrimas sinta o milagre
A cada mil lágrimas sai um milagre
São Judas Tadeu

Quem acredita em histórias felizes, como eu sempre disse que acredito, não pode esquecer a lição que gosta tanto de divulgar por aí. Não está sendo fácil. Mas eu acredito: em histórias felizes e em milagres.

Se a cada mil lágrimas sai um milagre, ando no lucro, rsss.

São Judas Tadeu sempre ouviu minhas preces (mesmo aquelas que eu nem merecia tanto, para ajudar a passar de ano na escola,quando fiquei relapsa no início da adolescência) e agora, na Primavera da Vida, acho que não vai me faltar.

http://www.jduarte.com/web_sjtadeu1.htm

http://www.padrereginaldomanzotti.org.br/capela/index.php/novena-virtual/novena-em-louvor-a-sao-judas-tadeu

 

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 18-10-2008 20:38
0 comentários

 
 
 

Música para a alma

Bom Domingo...

'Air' from Suite No.3 in D major - Johann Sebastian Bach

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 18-10-2008 20:28
1 comentários

 
 
 

Fratello Sole,Sorella Luna

Continuo em recesso forçado, a crise alérgica ainda não me largou (nem minha tristeza). Mas fiquei devendo uma homenagem a São Francisco de Assis. Dia 4 de outubro foi dia dele.

Esse filme eu assisti quando menina e fiquei completamente fascinada. Já revi muitas vezes. Esse trecho é especialmente simbólico para os sonhadores como eu.

Arrivederte!!!

 

Fratello Sole,Sorella Luna

 

 

Cântico das Criaturas

Louvado sejas, meu Senhor
Com todas as tuas criaturas.
Especialmente o senhor irmão Sol
Que clareia o dia
E com sua luz nos ilumina
E ele é belo e radiante,
Com grande  esplendor:
De ti, Altíssimo, é a imagem.

Louvado sejas, meu Senhor  
Pela irmã Lua e as Estrelas  
Que no céu formastes claras  
E preciosas e belas.   

Louvado sejas, meu Senhor
Pelo irmão Vento.
Pelo ar, nublado
Ou sereno, e todo o tempo
Pelo qual às tuas criaturas dás sustento.

Louvado sejas, meu Senhor
Pela irmã Água
Que é muito útil e humilde
E preciosa e casta.

Louvado sejas, meu Senhor
Pelo irmão Fogo
Pelo qual iluminas a noite
E ele é belo e jovial
E vigoroso e forte

Louvado sejas, meu Senhor
Por nossa irmã, a mãe Terra
Que nos sustenta e governa
E produz frutos diversos
E coloridas flores e ervas.

 
 
 

escrito por João Ana Paula Motta 15-10-2008 01:43
2 comentários

 
 
 

Fora do ar

Mulher de Atenas

Depois de tanta flor,tanto pólen (rss)a dona deste espaço,alérgica de carteirinha,pede licença e se recolhe ao aconchego do leito. A sinusite me pegou no contrapé e para esses casos: prudência e caldo de galinha.

Vitamina C, anti-alérgico e cama.

Volto quando me sentir melhor. Até breve!!!

Vou esperar o sol voltar...

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 11-10-2008 18:41
2 comentários

 
 
 

Poema do vento

Vendaval

Espera a tempestade passar

Moinho de dores

Flores no chão

 

Deixa a tempestade passar

Cinzas sem cores

Sonhos na mão

 

Tempestade

Flores cinzas

Chão de sonhos

Passa já!!!

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 09-10-2008 01:36
8 comentários

 
 
 

" Me deixa respirar o vento,vento..."

 

Canção que lembra praia em dia de muitas nuvens, de cinza no céu. De vento, muitos ventos. Gelados. Fortes. De cortar os ossos. Mas só até o sol voltar...

A Ostra E O Vento

(Chico Buarque)

Vai a onda
Vem a nuvem
Cai a folha
Quem sopra meu nome?
Raia o dia
Tem sereno
O pai ralha
Meu bem trouxe um perfume?
O meu amigo secreto
Põe meu coração a balançar
Pai, o tempo está virando
Pai, me deixa respirar o vento
Vento
Nem um barco
Nem um peixe
Cai a tarde
Quem sabe meu nome?
Paisagem
Ninguém se mexe
Paira o sol
Meu bem terá ciúme?
Meu namorado erradio
Sai de déu em déu a me buscar
Pai, olha que o tempo vira
Pai, me deixa caminhar ao vento
Vento
Se o mar tem o coral
A estrela, o caramujo
Um galeão no lodo
Jogada num quintal
Enxuta, a concha guarda o mar
No seu estojo
Ai, meu amor para sempre
Nunca me conceda descansar
Pai, o tempo vai virar
Meu pai, deixa me carregar o vento
Vento
Vento, vento

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 08-10-2008 15:40
0 comentários

 
 
 

Todas Pobres Mulheres?

Mulher triste

TPM: afinal como a síndrome atrapalha o cotidiano?

 

Querida, isso aconteceu há mais de vinte anos. Me sinto como um pano de chão.O que foi que eu fiz? Se eu pudesse eu comia o fígado dele. Mãe, o que foi que eu fiz Ninguém me entende. Eu só me atrasei um pouco. Eu acho que vou explodir. Eu estou me sentindo tão feinha. Eu só queria entender o que está acontecendo com você. . Ele deve estar se encontrando com outra agora.  Tem algum outro motivo pra você ficar tão triste? Eu me sinto tão pequena. Por que você está triste, minha princesa? Fui tão injusta com ele, agora ele nunca mais vai olhar pra mim. Mãe, você está passando mal? Tudo que eu queria agora era devorar uma caixa de bombons. Eu não consigo entender o que se passa com você.

Frases como essas são ouvidas todos os meses em milhões de lares pelo mundo. Felizmente não todas de uma só vez, ou num mesmo mês.  Mulheres com seus hormônios completamente alterados. Mulheres na TPM. E homens em pânico.

Mas o que é realmente a Tensão Pré Menstrual? Todas as mulheres têm? Quem nunca teve pode vir a ter? Por que somos vítimas dos nossos hormônios?

Sempre achei estranho ser “guiada” pelos meus hormônios, é como se isso me fizesse menos racional, um ser onde a biologia se sobrepõe à razão. Mas os tais hormônios andam atropelando minha teimosia e atrapalhando alguns dias todos os meses. Fui atrás de respostas para meus - e de tantas mulheres- tormentos.

Não existe uma reposta única, um quadro igual para todas e muito menos uma solução comum à todas. Resolvi abrir o leque de opções afinal, não sou especialista no assunto e nessas horas sempre é bom analisar um segunda (terceira, quarta, quinta, rs )opinião.

No final alguns links para quem quiser consultar alguns textos sobre o assunto.

Em tempo: para mim o chá de laranjeira é imbatível durante o período. Aos homens (maridos, namorados, filhos) um conselho: não se afastem de suas mulheres e mães, apesar da fúria com que às vezes tratam vocês. Todas só precisamos de carinho e paciência.

 

 http://veja.abril.com.br/300708/p_118.shtml

http://www.gineco.com.br/tpm1.htm

http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?404

http://www.tpm.com.br/conheca.asp

http://www.psicosite.com.br/tra/hum/tpm.htm

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 08-10-2008 02:42
0 comentários

 
 
 

“O Espetáculo da Pobreza”

Campos

Um olhar sobre as eleições 2008 em Campos dos Goytacazes

 

        Praça da Lapa, 12h30min, sob um calor sufocante se espalham pelo espaço público mulheres jovens e muitas crianças, provavelmente seus filhos.

        O exército está de prontidão no bairro, um dos mais antigos da cidade e onde uma candidata a prefeita tem uma de suas residências a poucos metros do local da concentração de mulheres.

        Dessa vez não se vê a farta distribuição de “santinhos”, a “boca-de-urna” foi duramente reprimida, mas as mulheres permanecem por ali. O que se ouve é um burburinho sobre se vão ou não receber pelo trabalho, afinal se não distribuem panfletos não é por “culpa” delas.

        Mulheres jovens, muitas desdentadas, vestindo trajes minúsculos, crianças sentadas no chão, muitas sujas brincando na lama para fugir do calor. Retrato da miséria numa das cidades com o maior orçamento do país.

A poucos metros dali o esgoto corre a céu aberto e o sol escaldante traz um odor desagradável.

        Vou votar no Ciep Nilo Peçanha e curiosamente, tudo é calma por lá. O local sempre foi movimentado e tumultos eram comuns nas imediações, mas as ações do Exército, da Polícia Militar e da Polícia Federal tornaram um lugar um poço de tranqüilidade.

        Na volta reencontro as mulheres e seus filhos. Um menininho barrigudo e de nariz escorrendo rola na lama. A praça para mim é um pequeno retrato da miséria que assola todos os bairros periféricos da minha planície. É o nosso “Espetáculo da Pobreza”.

        As apurações já estão no fim. Os dois candidatos que estarão no segundo turno comemoram. Nosso espetáculo vai continuar. O Haiti também é aqui.

        Até 2012!!

Marcelo Casal Jr./ABr

Haiti1

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 06-10-2008 00:07
2 comentários

 
 
 

Pra não dizer que só falo de flores: hoje é dia de votar!

Reproduzo aqui o texto do meu amigo e blogger Neto Cordeiro no Blog Todo Amor que Houver Nessa Vida que chegou a me emocionar, coisa difícil em se tratando de política em Campos dos Goytacazes nos últimos tempos.

 

Enfim consegui uma candidata!!!!!!!!!


Confesso que estava meio chateado com a situação. Voto desde 1988 e somente em uma ocasião me vi tendo que anular o voto. Não era para menos: Garotinho ou Marcello Alencar. Sem pestanejar, anulei. Tudo caminhava para uma decisão idêntica nesta eleição. Depois de uma participação titubeante do debate da Record, fiquei desanimado com a Profª Odete. Mantive-me na postura de voto nulo. Sabia que o debate na Globo era a última chance que eu e ela teríamos. E desta vez não me decepcionei. Com uma postura firme, com alguns momentos de nervosismo, completamente normais na situação em que vive, Profª Odete deu um show no debate!!! No quarto bloco, o seu grande momento: falou para o ex-deputado P. Feijó tudo que estava engasgado na garganta de muita gente que ama essa terra. Volto a dizer que a postura do ex-parlamentar não me surpreendeu. Mas ele merecia ouvir!!! Eu e muitos, lavamos a alma naquele momento!!!! Enfim conseguimos ter uma candidata!!! Na mesma hora liguei para meu amigo-irmão Gugu que também vibrava no telefone!!!! Era mais um campista que ama essa terra, que enfim, conseguia uma candidata!!!! Não vou nem esquentar com o "disse-me-disse" desses últimos dias. Os partidários da candidata Rosinha e do seu marido estão desesperados!!! Estão já há alguns dias entrando nos blogs e fazendo de tudo para denegrir Odete!! É uma pena que boa parte da população ainda não tenha enxergado que uma mudança de ares faria um bem danado a Campos. Sei bem que muitos dos "arnaldistas" estão vibrando com este crescimento, pois querem um segundo turno. Sei também que boa parte da imprensa que tanto critico aqui neste espaço também entrou nessa onda com o mesmo objetivo. Que tal se cada um dos insatisfeitos com o rumos que nossa cidade tomou conseguisse pelo menos 5 votos para Odete no domingo??? Que tal começarmos a pensar na coletividade?? Utopia?? Ilusão??? Que seja!!Pois é isso que eu proponho para os meus amigos: Você que está insatisfeito com tudo que vivemos nos últimos anos, consiga até domingo 5 votos para a única candidata que pode mudar esse panorama!! Sei que somos muitos!!! Campos merece dar um basta nessa situação!!! Coloquei minha cara na reta como sempre faço!!! Já acertei algumas e errei outras tantas. Mas não tenho medo!! Quero mudar!!! Chega de Garotinho!! Chega de Arnaldo!!!!

Em tempo:Eu já havia, há muito, me decidido pelo voto na amiga Odete, mas como pedir qualquer coisa nunca foi meu forte não consegui muito mais que falar do meu voto com um ou outro amigo ou conhecido.

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 05-10-2008 04:56
2 comentários

 
 
 

Manhã feliz e descuidada

Estrada

Eugénio de Andrade 


Abril

 

Brinca a manhã feliz e descuidada, 
como só a manhã pode brincar, 
nas curvas longas desta estrada 
onde os ciganos passsam a cantar. 

Abril anda à solta nos pinhais 
coroado de rosas e de cio, 
e num salto brusco, sem deixar sinais, 
rasga o céu azul num assobio. 

Surge uma criança de olhos vegetais, 
carregados de espanto e de alegria, 
e atira pedras às curvas mais distantes 
- onde a voz dos ciganos se perdia.

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 04-10-2008 18:09
0 comentários

 
 
 

Cine Teatro São João: Programação Especial para crianças

Outubro no Cine Teatro São João
CINEMA - Festival Flashback Infantil
11/10 – "Os Incríveis"

Desenho animado – 2003 – 115 min – Livre

HORÁRIO: 20h

12/10 – "Os Saltimbancos Trapalhões"

Infantil – 1981 – 99 min – Livre

HORÁRIO: 20h

18/10 – "A História sem Fim"

Infantil – 1984 – 94 min – Livre

HORÁRIO: 20h

19/10 – "A História sem Fim II"

Infantil – 1989 – 90 min – Livre

HORÁRIO: 20h

TEATRO
25 e 26/10 – "A Revolta dos Brinquedos"

 

O Grupo Cultural Sonho, Amor e Fantasia apresenta um espetáculo infanto-juvenil de grande sucesso. "A Revolta dos Brinquedos" conta a história de uma menina rica e mimada que vive a estragar seus brinquedos, não tendo nenhum carinho por eles, e que em sonho vê a sua diversão se tornar um grande pesadelo, quando seus próprios bonecos promovem um julgamento contra suas maldades.– Infantil.

HORÁRIO: 20h

Preço Popular: R$ 5,00

Classificação: Livre

WORKSHOPS
04/10 – "Observatório HumanoMar"

Através da Oficina de Cinema Ambiental Humano Mar, a Abaeté desenvolveu uma metodologia que usa as ferramentas do Audiovisual e da Antropologia para se chegar a estes diagnósticos participativos. O resultado do trabalho em 2007 foram 30 filmes de curta-metragem. Observatório Ambiental Humano Mar, organismo que vai aglutinar "cineastas ambientais" que vão monitorar acontecimentos em nosso município.

HORÁRIO: 15h        /                       Classificação: Livre                                                 _____________________________________________

10, 11, 12 ,17, 18, 19, 31/10 – "Tempo Livre"

Uma parceria do SESC – Rio/Campos com o Grupo Nós do Morro, da cidade do Rio de Janeiro, com intuito de formar um grupo de discussão de cultura e arte cênica. Oportunidade Ímpar de troca de informações e experiências no âmbito teatral e toda forma de expressão cultural.

  Classificação Livre :  

 

HORÁRIO:                            

Sextas – 19h às 23h   /           Sábados – 9h às 12h / 14h às 18h      /           Domingos – 9h às 13h

Rua Glayds Teixeira, 233 – Centro - São João da Barra – RJ

CEP: 28200-000 / (22)2741-4161

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 04-10-2008 18:01
0 comentários

 
 
 

Professores defendem punições mais severas para alunos

 

sala de aula

 

Pesquisa nacional feita pela Organização dos Estados Ibero-americanos  e pela Fundação SM revela que professores brasileiros defendem punições mais severas para os alunos Foram entrevistados 8.773 docentes da educação básica no país. Leia a matéria aqui.

 

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 03-10-2008 00:55
2 comentários

 
 
 

Mulheres, poemas e uma canção de amor...

Casal

Uma sala de visitas improvisada, uma varanda em dia de sol. Mulheres falando e cantando o amor.

Seu olhar

 

Me segue

Na vida

Nos sonhos

 

Seu olhar

Me leva daqui

Te traz pra mim

 

Ah, seu olhar

Me olha,ora...

              Ana Paula Motta

 

ANCORADO EM MIM

 

 

Mais forte que a ventania

vieste com a maresia

amor sem berço nem fim

Foste o mar e o veleiro

muito mais que o mundo inteiro

Ficaste ancorado em mim

 

Nem tormentas, nem naufrágios

nem os mais negros presságios

mudam as cores deste mar

Só eu conheço os segredos

só eu navego sem medos

nas águas do teu olhar

 

Gaivotas em voo rasante

vão trazendo, a cada instante

notícias de outras marés

Que me importam outras ilhas

se eu descobri maravilhas

guardadas no meu convés!

 

Ana Vidal

 

 

Guardei-me para Ti

Guardei-me para ti como um segredo
Que eu mesma não desvendei:
Há notas nesta guitarra que não toquei,
Há praias na minha ilha que nem andei.

                                              Lya Luft

 

AVESSO

Atravessaria um rio grosso
no meio da noite
para decifrar tuas pegadas,
o rastro luminoso dos teus olhos.

                                 Roseana Murray

SE QUERO

   Se quero sonhar                                        braços.
   Penso em você                                     seus
   Se quero amar                                  em
   Amo você                                  -me
   Se quero me perder                   ro
   em deliciosos momentos...   ...ati-
                                             
                                             Karla Vilas Boas

 

 

Passei o dia com teu céu

Lá fora choveu

Em mim fez sol

                      Alice Ruiz    

Pra falar de lua,

A palavra nua

Pra falar de ser sua. 

Cada pedaço de mim

Vibra e quer

Cada pedaço

De você 

                     Ana Paula Motta

Vambora

(Adriana Calcanhotto)

Entre por essa porta agora
E diga que me adora
Você tem meia hora
Pra mudar a minha vida
Vem vambora
Que o que você demora
É o que o tempo leva
 
Ainda tem o seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara
Quando tem o seu cheiro
Dentro de um livro
Dentro da noite veloz
 
Ainda tem o seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara
Quando tem o seu cheiro
Dentro de um livro
Na cinza das horas

 

Vambora- Adriana Calcanhotto

 
 

escrito por João Ana Paula Motta 01-10-2008 03:31
0 comentários

 

 
 
 
Patrocínio
  || Desenvolvido por CITI || Servidores da FCCN